Pages Navigation Menu

A sua salvação é o nosso negócio!

Crítica: 50 tons de cinza

Glórias irmãos! Sempre tive o habito da leitura e costumo ler bons livros, apenas por curiosidade leio os taxados como “mais vendidos” e foi assim que comprei um exemplar do livro 50 tons de cinza. Logo que comecei sua leitura compreendi que se tratava de um livro erótico e por isso mesmo eu devia condena-lo sumariamente. Infelizmente as minhas férias em Copacabana estavam sendo horríveis, frio, chuva e ainda por cima estava sem minha Land Rover/Range Rover por que meu filho havia saído para conquistar uma nova namorada e iniciar um relacionamento em Cristo (conforme eu havia lhe orientado).

50 tons de aprendizado.

Bem, foi assim que tomado pelo tédio resolvi ler o livro inteiro, afinal dessa forma eu poderia fazer uma critica mais completa do mesmo e orientar ou não a leitura dele para meus fiéis. Dito e feito, em uma tarde li todo o livro e fiquei surpreendido. Como havia dito, livros eróticos não deveriam entrar num lar cristão, contudo fiquei chocado ao descobrir que os contos eróticos são apenas uma desculpa usada pelo autor que na realidade escreveu um livro baseado nos mandamentos sagrados da bíblia.

Conforme o romance (que não é exatamente Cristão) se desenvolve entre o rapaz bem sucedido e a bela donzela uma coisa muda na história: o rapaz começa a exigir de sua companheira as responsabilidades que todos devem exigir das suas: submissão e amor inquestionável. Sim, irmãos, o livro na verdade conta uma história aonde conforme vemos na bíblia, a mulher se torna submissa de seu homem, obedecendo-o inquestionavelmente.

Apesar de seguir narrando basicamente as relações sexuais, o livro nos ensina que assim como Deus disse na bíblia, a mulher nasceu para ser submissa ao seu homem e apenas assim se constrói um relacionamento que pode-se dizer que segue as doutrinar divinas. Dessa forma, mesmo não sendo um livro condenável por alguns pontos ele também tem seu lado positivo. Ensina que o habito da submissão feminina além de ser o ideal também pode ser prazeroso para a mulher, acredito que muitas mulheres que lerem o livro terão vontade em mudar de vida e seguir os mandamentos sagrados.

Coríntios 14, 34-35: Que as mulheres fiquem caladas nas assembléias, como se faz em todas as igrejas dos cristãos, pois não lhes é permitido tomar a palavra. Devem ficar submissas, como diz também a lei. Se desejam instruir-se sobre algum ponto, perguntem aos maridos em casa.

Timóteo 2,11-13: A mulher aprenda em silêncio com toda a submissão. Pois não permito que a mulher ensine, nem tenha domínio sobre o homem, mas que esteja em silêncio. Porque primeiro foi formado Adão, depois Eva.

Por fim, concluo que devo recomendar a todos os irmãos, fiéis e dizimistas a leitura desse sagrado livro que tantos nos ensina e educa como deve se desenrolar um relacionamento cristão. Presenteiem suas esposas com o livro e um exemplar da bíblia junto, sugiram que aprendam com as histórias abordadas. Aproveitem, todos os seguidores do nosso facebook irão concorrer a um sorteio de 10 exemplares do livro, o sorteio e o resultado serão postados aqui no blogue dia 30/02/13.

Boa leitura a todos,

Pastor Eustácio

Publicidade